quinta-feira, 9 de abril de 2015

PORQUE A DECEPÇÃO MACHUCA TANTO..?

AS MELHORES CASAS PARA O SAO JOAO EM IBICUI
SEGURANÇA 24 HORAS
ZAP 073 8169-0458 073 9919-0740

Geralmente estamos a nos perguntar: Por que a decepção machuca tanto..?

Em inglês decepcionar é traduzido como desapontar e transmite um tom de frustração em relação a alguma atitude tomada por pessoas do nosso convívio. Com isso podemos afirma que Só é decepção se partir de um pai, mãe, filho, namorado, noivo, marido, esposa, parente próximo ou amigo. Neste contexto encontramos a resposta para a pergunta: porque machuca tanto..? “porque vem de alguém que amamos”

A resposta é simples ao mesmo que complexa...

O que faz sofrer é a frase que ecoa na psique do individuo decepcionado. “Nunca pensei que ele (a) iria agir desta forma.”

Uma pessoa decepcionada se sente enganada e frustrada, porque tinha determinada expectativa em relação a alguém, mas essa expectativa não foi correspondida.

Toda decepção é dolorosa e deixa suas seqüelas, entre as mais dolorosas estão: relacionamentos conjugais, entre grandes amigos e entre pais.

Quando o filho se decepciona com os pais a frustração está no fato de se esperar o Maximo de auxilio e proteção por parte dos genitores, quando os pais se decepcionam com os filhos a dor é, pelo fato de os genitores terem feito de tudo pelas suas proles e não ter recebido a reciprocidade equivalente.

ESPAÇO PARA CARAVANAS E GRUPOS
 SEGURANÇA 24 HORAS NO LOCAL
ZAP 073-8169-0458  073-9919-0740

Entre amigos existe um sentimento de partilha, dividi se muita coisa do que acontece no decorrer do dia, esperando de continuo a manutenção deste laço, quando as expectativas deixam de ser atingidas dão lugar as frustrações, entre as partes.

Nenhuma dessas pode ser comparada com as decepções amorosas essas com certezas geram seqüelas inigualáveis e em alguns casos seqüelas irreparáveis que chegam a decepcionar não só as partes, mas acabam por atingir um bairro, uma cidade, um estado e até países. O que deixa pesquisadores atônitos é que as decepções amorosas são as mais rotineiras e constantes, ou seja, como um fato tão comum pode produzir efeitos tão catastróficos e o que fazer para evitar que o pior aconteça..? Primeiramente deve-se entender que as decepções fazem parte do cotidiano, bem porque, ninguém pode agradar a outrem em tempo integral. Uma das chaves para lidar com as decepções é perceber e tomar consciência que somos todos humanos, e os seres humanos são, por definição, seres imperfeitos. Todos nós, cada um de nós, decepciona alguém, em algum momento ou outro. Reconhecer este fato da experiência humana pode ajudar-nos a lidar com a dor da desilusão, quando se trata de aprofundar a nossa capacidade de amar e nos adaptar com a “imperfeição” dos outros.

Concluindo: aceitar a decepção com naturalidade e extrair a melhor lição de cada uma das frustrações vividas é e sempre será o melhor remédio, pois o ato de desapontar é da natureza humana e você que já foi decepcionado certamente vai decepcionar alguém...


domingo, 8 de setembro de 2013

REFLEXÃO: POR QUE TANTOS DESENTENDIMENTOS; E QUEM VAI PEDIR PERDÃO..?

O pedido de perdão na verdade é um grande problema, muita das vezes insolúvel, e tudo por que, na maioria das vezes fica a duvida quem está certo..? E quem está errado..? Quase sempre um pedido de perdão resolve o dilema, mas não é qualquer pedido de perdão, tem que ser algo sincero que venha realmente de dentro, pois um pedido que não representa a sinceridade quase sempre aumenta a polêmica entre as partes, ai já viu um problema pequeno fica ainda maior, vai aumentando como uma bola que desce de uma montanha de neve, muito sério isso... Como resolver a questão...?
No casamento: deve-se ter convicção que casou por amor; se casou por amor, não vale apena questionar quem está certo ou errado e sim que deve existir a reconciliação, por ambas as partes... Ai é mais fácil reconhecer que ambos erraram de alguma forma e que devem se perdoar mutuamente... Mas quem vai pedir perdão primeiro... Rsrrs rsrs rsrsr... Quem reconhecer que ama primeiro... Quem ama pede perdão...

Nas relações entre familiares: O que deveria ser mais fácil torna-se mais complicado, digo complicado, tendo em vista, que nesse tipo de relação estão incluídos nossos pais, tios, irmãos... Pessoas que na maioria das vezes conhecem a nossa estrutura e nossas limitações, mas quase sempre estão deixando a desejar no que diz respeito ao perdão mutuo...
Concluindo: Pedir desculpa nem sempre significa que você está errado e que a outra pessoa está certa. Às vezes significa apenas que você valoriza a relação com seu conjugue, pais e amigos, muito mais do que o seu próprio EGO... (Dr. Carlos André)

quinta-feira, 30 de maio de 2013

REFLEXÃO... CIÚME DE HOMEM X CIÚME DE MULHER


 
Na verdade o homem acaba pagando a conta em relação a este sentimento tão comum entre os indivíduos de ambos os sexos...
 
Alguns teóricos consideram o ciúme uma emoção oriunda da insegurança, que tem como base à baixa auto-estima, um sintoma de imaturidade ou defeito de caráter. Assim sendo, de acordo com essa posição, se espera do adulto de auto-estima elevada, de maturidade e solidez psicológica que não apresente esse sentimento. Este suposto indivíduo, com tais características, pode até lidar melhor com o próprio ciúme ou com situações provocativas que o outro procure despertar. No entanto, essa postura consiste num traço, mas não necessariamente em uma pré-condição para uma personalidade madura, integrada. Às vezes, aqueles que se mostram controlados, na realidade são pessoas travadas, isto é, encouraçados, se vestem de uma personalidade blindada, mas são poucos os emocionalmente frios aponto de não sentirem ciúmes.
Em 1922, Sigmund Freud classificou o ciúme em três tipos: (1) Competitivo ou normal: essencialmente um sentimento de pesar, devido ao receio de perder o objeto amado, e da ferida narcísica, como também da inimizade contra um rival bem sucedido; (2) Projetado: deriva de pessoas cuja personalidade é infiel, ou seja, por serem capazes de trair, pensarão estar sendo traídas; (3) Delirante ou Ciúme Patológico: É um grande desejo de controle total sobre os sentimentos e comportamentos do companheiro (a). Há ainda preocupações excessivas sobre relacionamentos anteriores, as quais podem ocorrer como pensamentos repetitivos, imagens intrusivas e ruminações sem fim sobre fatos passados e seus detalhes.
Como se vê, o próprio Freud reconheceu a vertente normal do ciúme, mostrando ser problema de ambos os sexos, ou seja: É coisa dos seres humanos em geral e se formos mais afundo, até de outras espécies animais.
 A pergunta agora é: Por que os homens estão sempre pagando a conta e saindo de vilão nessa história..?
Quando tomado pelo ciúme, o indivíduo desencadeia um complexo de emoções a exemplo da raiva, fúria, humilhação, medo, ansiedade, tristeza e depressão. É a partir deste ponto que os homens pagam a conta.
Mulher enciumada fala mais alto, o homem grita; mulher desfere alguns empurrões e tapinhas, o homem joga na parede e puxa pelo cabelo e deixa o corpo da mulher cheio de marcas roxas.
A lei Maria da penha cobra a conta dos homens, MAS QUANDO AS MULHERES SE COMPORTAM MAL NÃO TEM LEI JOSÉ DA PENHA... POR ISSO SENHORES HOMENS SE NÃO QUEREM PAGAR A CONTA SE COMPORTEM MELHOR... ABRAÇOS A TODOS
 
Ocorreu um erro neste gadget